MNP

Notícias

10/04/2017
Fonte: Famasul

Demanda pressiona preços na carne na primeira semana de abril

Mercado do boi gordo em processo de ajustamento, após as confusões policiais e tributárias das últimas semanas.

Prova deste ajuste é o retorno gradual dos preços em algumas regiões. No entanto, deve-se destacar que ainda existe pressão baixista em certas praças.

Em São Paulo, ainda existe volume considerável de ofertas de compra abaixo da referência, mas sem sucesso na negociação.

A boa notícia foi a recuperação nos preços da carne bovina com osso no mercado atacadista. A carcaça de bovinos inteiros e castrados está cotada em R$ 9,00/kg e R$ 9,50/kg, respectivamente.

Para o curto prazo, a resposta dos preços da carne frente ao enxugamento das escalas de abate (atendem de dois a três dias na maioria dos casos), será o principal fator determinante do rumo do mercado do boi.

              
Outras notícias
26/05/2017 - Brasil tem melhor superávit primário para abril desde 2015, a R$12,9 bi, com corte de despesas
26/05/2017 - Caravana FCO: Diretor do Sistema Famasul destaca participação do agronegócio regional
26/05/2017 - MEA/MS: Vice-presidente da Famasul fala da importância de gerenciamento de custos
26/05/2017 - Pecuarista tem direito de vender gado à vista, diz Acrimat
26/05/2017 - Tempo fechado no mercado do boi gordo
23/05/2017 - Desempenho externo das carnes na terceira semana de maio
23/05/2017 - Programa vai selecionar 20 startups para receber até R$ 250 mil em investimento
23/05/2017 - Expoagro 2017: produtores de leite de 15 municípios conhecem tecnologias de produção
23/05/2017 - Boi gordo: ainda existe muita incerteza no mercado
19/05/2017 - Demanda interna mais fraca pressiona preços do frango
Mais Notícias
 

Endereço:
Rua Raul Pires Barbosa, 116
Campo Grande/MS

Telefones:
(67) 3341-1444

E-mail:
contato@mnp.org.br