MNP

Notícias

11/12/2017
Fonte: Famasul

“Só há transformação se houver conhecimento”, destaca Saito no 5º Seminário de Líderes da OCB/MS

Encontro visa a formação de dirigentes cooperativistas em MS

O presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul, Mauricio Saito, participou nessa sexta-feira (08) do 5º Seminário de Líderes da OCB/MS. O evento tem objetivo de capacitar conselheiros, gerentes e diretores cooperativistas, no fomento da competitividade e eficiência das instituições.

Contextualizando o importante momento demográfico registrado no Brasil, Saito destacou a importância da formação de lideranças.

“O Brasil é um dos 59 países do mundo que vive atualmente o que chamamos de ‘bônus demográfico’: que ocorre quando temos uma classe economicamente ativa mais jovem. Estudos apontam que na década de 2030 a faixa etária de pessoas mais velhas ultrapassará a dos mais novos. Logo, é preciso capacitar esses jovens para um futuro mais embasado e sustentável para o crescimento. Nada supera a educação, só há transformação se houver conhecimento.”

O presidente do Sistema Famasul também pontuou que por Mato Grosso do Sul ter “uma vocação agropecuária, a preparação de líderes deve ser uma prioridade com o propósito de evolução, não só do sistema cooperativo, mas da sociedade.”

O presidente do Sistema OCB/MS, Celso Regis, ressaltou que “metade do que é produzido no Agro é trabalho das cooperativas, sendo que mais de 5 bilhões de dólares da nossas exportações são resultado dessas empresas. Acreditamos nessa proposta diferenciada e o cooperativismo sul-mato-grossense tem feito o seu papel de casa”.

O secretário de estado da Semagro, Jaime Verruck, ressaltou o desenvolvimento das cooperativas em MS.

“O painel de investimentos da Secretaria mostra que nos dois últimos anos as cooperativas agrícolas se consagraram como os maiores investidores do estado. Além disso, o sistema cooperativista hoje é o que mais tem gerado emprego em MS”, disse.

Para a gerente-geral do Sescoop  Nacional, Karla Tadeu Duarte de Oliveira, a formação de lideranças está diretamente relacionada ao desenvolvimento do cooperativismo por agregar valores econômicos e sociais.

“Este é um trabalho robusto que se traduz em resultados. Vivenciamos hoje um cenário cada vez mais volátil com mudanças profundas e de incertezas em todos os aspectos. Assim, a formação de líderes, a partir do cooperativismo, nos mostra um cenário com melhores oportunidades para todos”, afirmou.

Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul – Rodrigo Corrêa 

              
Outras notícias
15/01/2018 - Em Maracaju 150 jovens vão debater liderança e sucessão no agronegócio
15/01/2018 - Brasil quer dobrar a produção de frutas em dois anos
15/01/2018 - Showtec 2018 começa na próxima semana em Maracaju
22/12/2017 - Boi: exportação in natura em dezembro deve crescer 27,9%
21/12/2017 - Custo de produção da pecuária de leite ficou praticamente estável em dezembro
21/12/2017 - Abiove eleva previsão de produção de soja no Brasil
21/12/2017 - Soja: estudo aponta incremento de 20% na produtividade
21/12/2017 - Inmet prevê chuvas contínuas no Sudeste e Centro-Oeste no verão
20/12/2017 - Mercado do boi gordo mais “equilibrado”
20/12/2017 - PR:Expedição Safra confere desenvolvimento de lavouras
Mais Notícias
 

Endereço:
Rua Raul Pires Barbosa, 116
Campo Grande/MS

Telefones:
(67) 3341-1444

E-mail:
contato@mnp.org.br