MNP

Notícias

28/03/2018
Fonte:

CNA pede no STF para participar de ação a respeito da reforma trabalhista

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil informou, em nota, que o objetivo é "reduzir o número de ações trabalhistas temerárias em face dos empregadores rurais"

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) protocolou, no Supremo Tribunal Federal (STF), um pedido no qual solicita sua participação no julgamento de uma ação de inconstitucionalidade movida pela Procuradoria-Geral da República (PGR) para questionar pontos da reforma trabalhista (Lei 13.467/17).

Conforme a CNA informou na terça-feira (27), em nota, os dispositivos questionados na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5766 pela PGR, que tem como relator o ministro Luís Roberto Barroso, incluem a previsão de pagamento de custas processuais, honorários advocatícios e periciais por quem mover uma ação trabalhista e perder. Ao pedir à Suprema Corte sua admissão como amicus curiae no processo, a CNA defende a manutenção deste dispositivo da lei que prevê o pagamento de honorários advocatícios e periciais, além das custas processuais pelo perdedor da ação, seja empregador ou funcionário, com exceção dos casos em for comprovada a falta de condições financeiras para arcar com os custos, nos termos da lei. "Esses dispositivos que defendemos no STF buscam reduzir o número de ações trabalhistas temerárias em face dos empregadores rurais", explica o chefe da assessoria Jurídica da CNA, Rudy Ferraz. O julgamento da ADI 5766 ainda não tem data marcada, disse a nota.

              
Outras notícias
26/04/2018 - JBS Carnes diz que exportação de industrializados no 1º trimestre bate recorde
26/04/2018 - Receita publica nova instrução sobre Refis do Funrural
26/04/2018 - Quebra da safra argentina impulsiona exportação sul-mato-grossense de farelo de soja
25/04/2018 - Plataforma GRATUITA para acompanhamento de Propriedades
25/04/2018 - Agrinho MS: Sistema Famasul e Governo de MS assinam convênio de parceria
25/04/2018 - Veterinários irão à Venezuela em maio para auxiliar no combate à aftosa
25/04/2018 - Preço pago ao produtor de leite no RS deve subir 2,2% em abril
24/04/2018 - Projetos sustentáveis reduzem desmatamento na Amazônia
24/04/2018 - Agrinho 2018: Conheça melhor os assuntos que devem ser trabalhados no programa este ano em MS
24/04/2018 - Embrapa apresenta documento com a visão de futuro para a agricultura brasileira
Mais Notícias
 

Endereço:
Rua Raul Pires Barbosa, 116
Campo Grande/MS

Telefones:
(67) 3341-1444

E-mail:
contato@mnp.org.br