MNP

Notícias

02/05/2018
Fonte: Globo Rural

John Deere lança solução para levar internet às fazendas

Sistema conecta as máquinas no campo ao escritório do produtor, aos concessionários e às pessoas

 

Levar acesso à internet aos produtores rurais brasileiros, solucionando um problema que atinge grande parte das propriedades. Com esse conceito, a John Deere, multinacional de máquinas agrícolas que atua no Brasil desde 1979, apresentou na Agrishow, em Ribeirão, nesta terça-feira (1º de maio) o Conectividade Rural, sistema que conecta as máquinas no campo ao escritório do produtor, aos concessionários e às pessoas.

“Vemos nas feiras agrícolas muito show de tecnologia que não chega ao campo, muitas vezes por falta de conectividade. Não dá para ser ineficiente por esse motivo. Nossa missão é levar para o produtor rural o 4G e torná-lo cada vez mais eficiente em sua atividade”, afirma Paulo Herrmann, presidente da John Deere Brasil e vice-presidente de vendas e marketing para a América Latina.

Segundo o executivo, a internet para o agronegócio hoje é tão necessária quanto as estradas porque é ela quem transporta as informações geradas no campo. “Hoje, qualquer trator nosso tem mais tecnologia do que a Apolo 11 e as informações geradas por essa tecnologia têm que chegar rapidamente ao produtor.”

O Conectividade Rural consiste na instalação de torres de transmissão de radio base nas fazendas de forma a permitir conexão à internet em qualquer parte. O número de torres varia de acordo com o perfil da propriedade: pequena, média ou grande. A nova solução foi desenvolvida em parceria com a Trópico, empresa de telecomunicações fundada em 1973, com sede em Campinas e centro integrado de produção em Manaus.

Outro lançamento da John Deere na feira de Ribeirão é o Operations Center, uma plataforma de gerenciamento dos dados colhidos na atividade rural que englobam informações agronômicas, desempenho da máquina e produção. O objetivo é otimizar a operação, gerar economia para o produtor e tornar a produção mais sustentável. No estande da marca foram montadas quatro estações com máquinas e painéis digitais mostrando o funcionamento da plataforma integrada à solução de conectividade no preparo do solo, plantio, tratos culturais e colheita.

Rodrigo Bonato, diretor de vendas Brasil, afirma que com as novas soluções o produtor pode, por exemplo, evitar sobreposição de sementes no plantio e de químicos na pulverização quase instantaneamente. “Com o uso das ferramentas de agricultura de precisão, com monitoramento da frota e conectividade, chegamos à agricultura de decisão. O produtor não precisa mais aprender com os erros e melhorar na próxima safra. É possível corrigir os erros já nesta safra.”

A marca, que possui portfólio completo de produtos para a agricultura, também lançou na feira uma plantadeira de 61 linhas, com capacidade de plantar 500 hectares por dia que funciona acoplado a um trator de 500 cv. Os equipamentos geram dezenas de informações durante a operação. Segundo Herrmann, com a conectividade e o Operations Center, em caso de problema na máquina, ela emite um alerta que chega imediatamente ao concessionário. “A empresa pode, então, mandar um técnico com a solução para o problema antes mesmo de a máquina parar de funcionar e gerar prejuízo ao produtor.”

O mexicano Alex Sayago, diretor de vendas da marca na América Latina, afirma que as novas ferramentas vão ajudar o produtor brasileiro a cumprir sua missão de ajudar a alimentar o mundo. “Em 2050, China e Índia terão 78 trilhões de dólares e 4 bilhões de bocas com muito dinheiro para alimentar.” Segundo ele, outro fator importante dos novos lançamentos é proporcionar a oportunidade de treinamento e educação para os operadores lidarem com toda a tecnologia embutida nas máquinas.

O bom preço da soja e do milho, a maior produtividade, a alta recente do dólar, a capitalização do produtor e o índice de confiança em alta devem favorecer, segundo Sayago, o mercado de máquinas agrícolas no país neste ano e podem gerar também mais negócios de máquinas na Agrishow.

              
Outras notícias
23/05/2018 - USDA estima crescimento na safra brasileira de café
23/05/2018 - Senar/MS lança nova vertente de ATeG para organização da ovinocultura em MS
23/05/2018 - Monsanto anuncia 1º investimento em startup brasileira
22/05/2018 - Brasil tem a maior biodiversidade do mundo
22/05/2018 - Ondas de frio intenso serão mais frequentes este ano e ameaçam o campo
21/05/2018 - Nota - Apoio à paralisação dos caminhoneiros
21/05/2018 - Em Dourados, encontro técnico apresenta cenário favorável para fruticultura em MS e no Brasil
21/05/2018 - Exportação da carne bovina sul-mato-grossense apresenta aumento superior a 5% em 2018
21/05/2018 - Semana começa com temperaturas baixas no Centro-Sul
18/05/2018 - Viés de baixa perde força no mercado do boi gordo
Mais Notícias
 

Endereço:
Rua Raul Pires Barbosa, 116
Campo Grande/MS

Telefones:
(67) 3341-1444

E-mail:
contato@mnp.org.br