MNP

Notícias

20/12/2017
Fonte: Scot Consultoria

Mercado do boi gordo mais “equilibrado”


Após as valorizações verificadas nas últimas semanas, o cenário vigente é de maior equilíbrio entre oferta e demanda.

 

As escalas, de maneira geral, ainda estão nos mesmos patamares, atendendo em torno de uma semana de abate. Para o curto prazo, fica a expectativa de como as indústrias vão se comportar para originarem matéria-prima para o início do ano que vem. 

 

Porém, há indústrias que já estão com boiadas programadas para serem abatidas em janeiro. Estas, por sua vez, tentam negociar a preços abaixo da referência.

 

Os estoques para o atendimento das festas de final de ano estão cada vez mais próximos de serem consolidados.

 

Para o curto prazo, fica a expectativa de como as indústrias vão se comportar para originarem matéria-prima para o início do ano que vem.

 

Vale frisar que sazonalmente as negociações são menores no período de final de ano, e isso pode exercer impacto sobre a oferta de animais e alterar as cotações no mercado do boi gordo.

              
Outras notícias
25/06/2018 - Biosev reduz mix para açúcar de 52% para 39% com cenário positivo ao etanol
25/06/2018 - Embrapa e Aprosoja/MS celebrarão acordo para desenvolvimento de sistema para monitorar lavouras de M
25/06/2018 - Pais exporta carne in natura para Israel
22/06/2018 - Plano ABC precisa ser mais competitivo para o produtor, defende CNA
22/06/2018 - Sistema Famasul e Sejusp firmam parceria em ações de prevenção a incêndios
22/06/2018 - Venda direta de etanol nos postos não vai reduzir preços na bomba, diz Plural
21/06/2018 - Preço do leite em MS deve subir 7,7% em junho
21/06/2018 - Câmara aprova marco regulatório do transporte de cargas e texto segue para Senado
21/06/2018 - Diário Oficial traz preços mínimos reajustados para a safra 2018/2019
20/06/2018 - Aprosoja/MS realiza lançamento estadual da colheita do milho safrinha 17/18
Mais Notícias
 

Endereço:
Rua Raul Pires Barbosa, 116
Campo Grande/MS

Telefones:
(67) 3341-1444

E-mail:
contato@mnp.org.br